Recursos Energéticos Não Renováveis - Carvão Mineral

     O Carvão Mineral foi a fonte de energia básica da primeira Revolução industrial ocorrida na  Grã-Bretanha no século XVIII . É considerado uma das fontes mais poluidoras e mais utilizadas na atualidade perdendo apenas para o petróleo. Utilizado como fonte de calor em termelétricas, encontramos grandes jazidas em regiões da Ásia, da Europa e da América do Norte. China, E.U.A , Índia, Austrália, Rússia ... estão entre os maiores produtores de carvão. No Brasil o carvão mineral representa apenas 1.5 % da matriz energética e nossas reservas situam-se na região sul, tendo o Rio Grande do Sul 89 % das reservas nacionais.
Do ponto de vista geológico o carvão corresponde a uma rocha  que possui alto conteúdo de carbono e que foram formados pela sedimentação e decomposição de organismos vegetais soterrados a milhões de anos. Quanto ao poder calorífico o carvão se divide em quatro tipos diferentes:
Antracito - Formado na Era Paleozoica, é o mais raro, possuindo entre 90 % a 96 % de carbono;
Hulha      - Formada na Era Paleozoica, é mais abundante e mais consumido, possuindo um teor de carbono entre 75 % a 95 %;
Linhita    - Formada na Era Mesozoica, apresenta teor de carbono entre 65 % a 75% ;
Turfa      - formado na Era Cenozoica, possui cerca de 55 % de carbono  



      Além dos problemas ambientais causados pela queima do carvão ao liberar para a atmosfera o enxofre e o dióxido de carbono a atividade de mineração causa problemas na saúde dos trabalhadores das minas e acidentes que tem tirado a vida de muitos mineradores.

Comentários