Geografia Agrária: Brasil potência agrícola


Os fatores naturais (clima,solo,relevo...) são relevantes para a agricultura e aliados a tecnologia empregada nas atividades agropecuárias podem elevar a produtividade de um país. O Brasil é , entre todos os países do mundo, aquele que reúne as melhores condições naturais e territoriais para as atividades agropecuárias. Entretanto, a grande produtividade e as favoráveis condições naturais não tem sido revertida para a melhoria das justiça social no campo. A estrutura fundiária, forma como as propriedades rurais estão organizadas e distribuídas quanto ao numero e tamanho,tem sido uma das causas da desigualdade social e dos conflitos no campo.


A estrutura fundiária brasileira é uma herança dos tempos coloniais quando se iniciou a concentração de terras. Nunca conhecemos um processo de ruptura histórica e de alteração de poder que levasse a uma reforma agrária efetiva.
O Brasil é o 5º maior país em extensão territorial (8 514.876,599 Km² ) do globo e suas terras agriculturáveis chegam a 70% do território nos legando o apelido de celeiro agrícola do mundo, enquanto a maioria dos países não passam dos 30% de terras agriculturáveis nós amargamos um aproveitamentos de menos de 20% das terras agriculturáveis.
Na estrutura fundiária brasileira coexistem diferentes formas de organização do trabalho como:  Grandes proprietários nacionais e internacionais do agronegócio,  trabalhadores do campo assalariados, temporários ,bóias frias, parcerias e arrendamentos e  escravidão por dívida e o trabalho infantil.As conflitantes e desiguais relações de trabalho tem gerado conflitos no campo que culminou com a criação do Movimento dos Sem Terra (MST), na década de 1980 no sul do país canalizando os principais movimentos de resistência no campo.

Comentários